Ouça Rádio
PLANTÃO: Farmácia MASTERFARMA 13-26 de julho INFORMOU:
PESO HOJE: R$ 0.0035 INFORMOU:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS | Zagallo: Tetracampeão do mundo morre aos 92 anos

Esportes

Zagallo: Tetracampeão do mundo morre aos 92 anos

06/01/2024 10:06



O “Velho Lobo” é o único tetracampeão mundial na história do futebol

COMPARTILHE
Compartilhe no Facebook Compartilhe no WhatsApp

O Futebol Brasileiro, perdeu na sexta-feira (05) o insubstituível Zagallo. Os gramados se despedem de sua grandiosidade.

Enquanto atuou nos campos de futebol como jogador, o Tetracampeão conquistou as Copas de 1958 onde a Seleção Brasileira foi campeã mundial pela primeira vez, na Copa do Mundo da Suécia, o Brasil derrotou os donos da casa no histórico Estádio Rasunda, em Estocolmo, Brasil 5 x 2 Suécia. Já no dia 17 de junho de 1962, o Brasil se consagrava bicampeão mundial, no Chile. A partida contra a Tchecoslováquia foi disputada às 14h30, no Estádio Nacional, em Santiago, o Brasil superou a Tchecoslováquia de virada por 3 a 1.

Já como Treinador da Seleção Brasileira, no dia 21 de junho de 1970, conquistava o tricampeonato da Copa do Mundo ao derrotar a Itália em uma final inesquecível com o placar de 4 a 1, no México. Em 17 de julho de 1994 a Seleção Brasileira conquistou o título após ganhar a disputa por pênaltis pelo placar de 3 a 2 e se tornou a primeira seleção tetracampeã mundial de futebol, Brasil e Itália disputaram a partida no Rose Bowl, Pasadena no domingo, 17 de julho de 1994 nos Estados Unidos, Zagallo era o então Coordenador Técnico da Seleção do Brasil.

A lenda do futebol Mario Jorge Lobo Zagallo nasceu em 9 de agosto de 1931, em Atalaia. Começou sua carreira no América-RJ, seu clube do coração. Depois, transferiu-se para o Flamengo, time no qual conquistou o tricampeonato carioca (1953, 1954 e 1955). Após o Rubro-Negro, foi para o Botafogo, clube em que voltou a vencer estaduais, além da Taça Brasil.

Após se aposentar dos gramados em 1966, iniciou a carreira de técnico no juvenil do Botafogo. Treinou o profissional do Fogão em quatro oportunidades, o Flamengo três vezes, o Vasco em duas ocasiões, além de Fluminense, Al-Hilal, Bangu e Portuguesa.

Zagallo foi o treinador da icônica Seleção Brasileira de 1970, tricampeã mundial no México. Foi coordenador de Parreira em 1994, Copa que o Brasil também venceu, nos Estados Unidos, e vice-campeão como treinador da Seleção em 1998, na França. Trabalhou na Copa de 2006, novamente na comissão técnica de Parreira.

Mário Jorge Lobo Zagallo morreu às 23h41 de sexta-feira (5). O Hospital Barra D'Or, onde o ídolo estava internado desde o final do ano passado, comunicou que ele não resistiu a uma falência múltipla de órgãos.

A Confederação Brasileira de Futebol decretou também luto de sete dias em homenagem à memória do seu eterno campeão. Em nota, o presidente da CBF Ednaldo Rodrigues lamentou a morte da "lenda".

O velório será na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, a partir das 9h30 deste domingo. A solenidade será aberta ao público. O sepultamento ocorrerá às 16h do mesmo domingo no Cemitério São João Batista.